Eu te amei, mas você foi raso demais.



Eu realmente te amei, cara. Nunca tive coragem de te machucar, de te fazer algum mal como você me fez. Não faz sentido ficar com alguém que não se deu ao máximo, nem se entregou por inteiro, não respeitou, não cuidou e nem amou profundamente. Eu acreditei em nós, juro que pensei que um dia moraríamos juntos, que ainda iriamos realizar muitos sonhos e planos. Mas você foi raso demais, cara.

Quando você conhecer uma pessoa e essa pessoa só te machucar, 
 você vai lembrar de mim, vai perceber a merda que fez. Eu acredito nas voltas que o mundo dá e pode não ser hoje, mas um dia você vai perceber que quem perdeu não foi eu. Você me pede perdão, mas eu não consigo simplesmente esquecer o que você fez, sabe? Até tentei, mas não consigo. E eu não quero perder nem mais um minuto acreditando nisso. Na verdade, nem mais um segundo. 


Eu não me vejo mais andando de mãos dadas com você por aí, viajando contigo e postando fotos juntos na internet com aquelas legendas de músicas que ouvíamos juntos. Eu não me vejo mais dividindo a minha vida, meu peito, as bandas que ouço ou o meu amor com você. Eu não me vejo mais olhando pro teu rosto e dizendo com toda certeza do mundo ''eu te amo'', porque hoje eu não tenho mais certeza disso, não tenho certeza de nada ao teu lado.

Você tentou se justificar dizendo que as pessoas são diferentes. E eu concordo, meu bem. Todo mundo é diferente e é nas diferenças que a gente tem que aprender a viver e lidar. Todo mundo tem defeitos, basta aprender a aceitar, mas defeito é diferente de cinismo. Trair ou mentir, não é defeito, é imoral.



Não tente me dizer que foi sem querer porque tudo que você fez foi querendo bastante. Você mentiu pra mim quando eu te liguei pra perguntar o que estava acontecendo ou se você tinha alguma coisa pra me dizer. Você brincou comigo, me jogou coisas na cara, disse tudo que eu não merecia ouvir, mas não admitiu que errou. Você me colocou pra baixo, até que eu enxerguei o que estava acontecendo e então descobri que você tinha beijado outra pessoa, ficado com outra pessoa, conhecido os amigos dela, saído com ela, fumado com ela, bebido com ela, andado de mãos dadas com ela, ligado pra ela, se importado com ela e então percebi o quanto eu valia pra você, o quão importante eu fui pra você. 


Agora você confessa que errou. E esse teu erro te custou caro demais. Esse teu erro custou o nosso amor, a nossa confiança, os nossos planos. Esse erro custou tudo que a gente construiu durante todo esse tempo. O engraçado é que você não pensou antes: ''se eu fizer isso, eu vou machucar''. Você teve vários momentos pra pensar e não pensou em nenhum instante em nós. Você simplesmente agiu como um idiota e sequer considerou o que vivemos juntos. 

Não vejo a hora de tudo isso passar, de não te atender mais, não querer mais saber de você. Não vejo a hora de quando você me ligar e eu ignorar as suas ligações. Eu preciso sorrir mais, sair mais, provar mais a vida, e é por isso que eu tenho que, literalmente, me retirar da tua.
Eu te amei, mas eu me amo mais. 

Desisti de você pra não desistir de mim.



Eu corria atrás, até que um dia deixei de correr, fiquei na minha. E então você veio falar comigo: ''e ai, sumida?'' Foi nesse momento que eu percebi o quão idiota você foi comigo, o quão bundão você foi com o meu sentimento, e o quão pequeno você foi por me perceber só quando eu não estava mais ai, porque enquanto eu estava se importando você pouco se interessava.

Você me pedia desculpas, eu desculpava. Dizia que não iria fazer mais isso, eu acreditava. Falava em amor e eu ficava. Dizia que iria ficar tudo bem, mas sempre fazia por onde ficasse tudo mal. Você falava que não tinha feito de propósito, mas se reparasse bem, você sempre fez o que queria e depois falava que a culpa era minha, como se eu merecesse toda a merda que você chamava de amor. Você prometia pra mim que não iria errar outra vez, mas não durava muito tempo, lá estava você me machucando de novo. Você me fazia acreditar que era amor, enquanto a realidade me passava na cara que era abuso. Eu não queria acreditar, até que um dia meu coração deu um estalo e eu acordei.

Você me enviava ''eu te amo'' e eu lia ''quero te machucar de novo'', por mais trágico que isso possa parecer, eu sei bem que se hoje eu te enxergo assim, se hoje eu te vejo como uma ameaça e não como uma proteção, se eu te enxergo como uma tempestade e não como calmaria, é porque um dia eu me entreguei pra você e você não enxergou isso, você não cuidou disso, não valorizou isso.


Existem mais de 7 bilhões de pessoas no mundo e eu achava que você merecia o meu tempo, a minha vida, o meu amor. Que idiotice minha! O problema era que eu ainda respondia as suas mensagens, atendia as suas ligações, te ouvia e conversava contigo, quando eu deveria sumir e te tirar completamente da minha vida. De mim você não vai ter mais nada, meu bem. Muito menos aquela disposição, aquela confiança, aquele interesse e aquela vontade que eu tinha de fazer valer a pena. Às vezes é preciso ceder pro relacionamento dar certo, meu bem. E não tinha como a gente dar certo se só eu cedia, enquanto você construía um muro alto entre a gente. 

Eu até acho que quem realmente ama se importa, procura, corre atrás, aparece, se interessa. Mas dizem que quem realmente ama não desiste nunca, e nisso eu discordo. Quem ama também desiste, e sabe por quê? Desiste porque aquele amor já virou abuso, porque não faz mais bem, não soma, só machuca, só dói. Cansa se importar por alguém que não está nem aí pra você, cansa procurar por alguém que nunca está disponível, correr atrás de alguém que nunca está na mesma direção, aparecer pra alguém que sempre some, se interessar por alguém que nunca está tão interessado. Quem ama desiste pra não perder o amor por si mesmo. Foi isso que fiz, meu bem. Desisti de você pra não desistir de mim. 

Fotografia: Bernardo Moreira

Você achava que ela nunca iria embora, até que um dia ela foi.


Ela acreditava na tua saudade e nas suas declarações que você vomitava quando percebia que ela estava te expulsando do peito dela. Ela acredita nas suas mentiras pra não perder a esperança em vocês, ela queria que fosse tudo verdade, ela queria que você cumprisse com suas promessas, mas se deu conta que isso não adiantava de nada.

O problema, cara, é que ela é mulher demais pra você. Ela é mulher demais pra engolir suas desculpas esfarrapadas, pra abrir a vida dela pra você e esperar que você entre quando quiser. Ela é mulher demais pra acreditar que merece tão pouco  e 
pra perder tempo te esperando. Ela é mulher demais pra ficar esperando que você mude. Ela já entendeu que você não vai mudar, porque você é de menos.



Você não faz ideia de quantas noites ela perdeu por culpa sua. Ela abria a ultima conversa que vocês tiveram, só pra ver se você estava online e se perguntava o que você podia estar fazendo sem ela. Ela vasculhou o seu perfil na expectativa de alguma foto nova ou algum comentário, desperdiçando o tempo com o celular na mão. A ficha caiu, e ela finalmente percebeu que se continuasse lá, você iria continuar indo e vindo quando bem quisesse. 

Ela se cansou dessa coisa de você visualizar e não responder, de ficar online e não falar, de ver as ligações dela e não atender, de ouvi-la te pedindo pra aparecer e você inventar desculpas pra sumir. Ela disse pra ela mesma: ''eu não mereço isso'', foi ser feliz e não volta nunca mais. Quando você percebeu que ela tinha sumido, você reapareceu, do nada, dizendo que estava com saudades. Você só sentiu falta dela quando ela parou de correr atrás de você. Você só reparou nela quando ela não estava mais enchendo o teu saco. Acontece que ela finalmente entendeu qual era a tua, moleque! Cê achava que ela nunca iria embora, até que um dia ela foi.

Fotografia por: Naomi Yamane