Era só você se permitir.


Estava aqui pensando no quanto eu te quis, menina. Eu queria muito poder te ligar no meio da madrugada, te dizer que a saudade bateu aqui na porta e que eu precisava te ver. Eu queria poder te ligar quando você estivesse gripado, me preocupar com a tua doença, queria poder ficar junto de você não somente nos momentos em que você precisasse de mim, mas também, quando você pensasse que não precisaria. Queria poder te provar que o teu dia comigo, seria sempre melhor, e que por mais que você tivesse enfrentado problemas no trabalho, eu te traria a felicidade de volta e colocaria ao menos, um sorriso no teu rosto. Era só você deixar.

Eu estava aqui pensando no quanto eu tentei, sabe? Eu tentei me aproximar de você e mesmo cansado tentei correr atrás. Eu queria muito poder te enviar uma mensagem, deixar de olhar a janela do WhatsApp a cada dez minutos só pra saber se você está mesmo online e te mandar um: ''passa aqui em casa pra gente assistir um filme''. Mas eu já nem tenho certeza de que você me responderia com um ''sim''. 


Eu queria poder bater na tua porta sem hora marcada, queria ter a certeza de que eu seria bem vindo e que você me permitiria entrar pra conhecer não somente os cômodos da tua casa, mas os cantos do teu corpo. Não somente a decoração do teu apê, mas tudo aquilo que decora a tua alma e monta a tua personalidade. Era só você se permitir.

Eu queria que você se abrisse pra mim, sabe? Tivesse coragem de uma vez por todas de se jogar em meus braços, de esquecer o teu passado e acreditar em mim. Acreditar que eu seria capaz de fazer diferente. Que eu não te faria mal como alguém, algum dia, te fez. 

Eu queria que você escancarasse a tua vida, menina. Sem receio, sem medo. Queria conhecer, um por um, os seus defeitos e apresentá-los aos meus. Queria bater um papo com o que te traz medo, conhecer as tuas fraquezas e ter a segurança de te mostrar que por trás de toda carne, existe muita fraqueza em mim também.

Eu quero te dizer, menina, que queria muito poder ser alguém pra ocupar o lado esquerdo da tua cama e do teu peito, alguém pra te acompanhar nas viagens, planos, e nos seus tropeços. 
Eu queria poder conhecer o teu inteiro e assim, te transbordar com o meu. Eu queria tanta coisa, menina, cê nem imagina. Mas a gente não pode fazer o outro enxergar o quanto a gente está disposto a fazer bem, se o receio é justamente de se envolver e se machucar de novo.

Eu te entendo e espero que você se cure desse alguém que não foi capaz de te fazer bem. E entenda, principalmente, que nem todo mundo é incapaz de enxergar e sentir o amor. Era só você se permitir. 

O que eu espero de você.


Me perguntaram o que eu espero de você. Respirei fundo e respondi que não espero nada. Depois de criar planos após planos, até as nossas bodas de ouro, de diamante e de jequitibá com os nossos bisnetos fotografando seu sorriso lindo (mesmo banguelo) e seus cabelinhos brancos cobertos por uma boina marrom, percebi que têm coisas que acontecem sem precisar planejar, esperar, pedir ou ter um final feliz. Inclusive nós, querendo ou não, já acontecemos, independente do ser ou do estar. Entre tantas definições que pensei em colocar na nossa relação, simplesmente: acontecemos. O que vem depois, prefiro não rotular. 

Por isso, quando achar que eu estou sonhando demais, pode me acordar pra realidade, mas me acorda com um beijo e me mostra que o presente é um lugar mais bonito do que o futuro. Só quero de ti o hoje. Só quero entrar na frente da TV, sem querer, enquanto você assiste aos seus jogos, só pra poder te levar uma cerveja. Só quero te arrastar pro show do meu cantor favorito e berrar "essa é a nossa música", só pra ver sua cara de desentendido. Só quero um beijo na testa, ofegante, acompanhado de um "tô com pressa, só passei pra te dar um beijo". 

Só quero ouvir você me contar como foi o seu dia enquanto eu fico acariciando o seu braço e te olhando com cara de boba. Só quero pegar a receita do seu prato favorito na internet, mesmo que eu não saiba cozinhar, só pra ver a sua cara de desaprovação depois de mastigar o primeiro pedaço. Só quero te gritar "cebola e salsa ou tradicional?" no supermercado. Só quero te ajudar com os seus trabalhos quando você estiver doente ou sem tempo. Só quero encostar minha mão gelada na sua nuca num dia frio até você me xingar e eu pedir pra você me esquentar. Só quero cortar suas unhas, coçar suas costas e pentear seu cabelo no sofá em uma tarde de domingo. 

Só quero te amassar até você dizer: "se eu fosse você, ia olhar no espelho como ficou sua maquiagem". Só quero andar de mãos dadas com você e soltá-las pra cumprimentar seus amigos que você vai me apresentar. Só quero inventar uma viagem pras próximas férias ou pro próximo fim de semana. Só quero passar protetor solar nas suas costas na praia. Só quero pensar no quanto eu sou sortuda quando te ver saindo do mar e vindo sorrindo na minha direção. Só quero acordar ao seu lado, antes de você, só pra te observar dormir. 

Só quero aquela mensagem dizendo que o meu cheiro ainda está na sua roupa. Só quero pegar a sua mão com força e beijá-la quando você estiver aflito. Só quero deitar no seu peito quando eu estiver ansiosa com a vida. Só quero que continue acontecendo. Só quero que a gente aproveite dos pequenos momentos pra se fazer feliz, sem rótulos ou promessas. É pedir muito? 

Será que ele realmente te ama?

Ele diz que te ama, mas nunca demonstra realmente que ter você é importante pra ele. Ele não te trata como alguém que ele quer ter na vida dele, e sim, como só mais uma pessoa. Ele diz que te quer, que tudo que quer é viver ao teu lado, é construir uma história com você, mas vez ou outra ele bota toda a história a perder. Quando erra, jura que não acontecer de novo, te convence de que você realmente precisa dele na sua vida, ele te faz acreditar que sem ele você não vai alcançar os seus objetivos e é incapaz de sonhar e realizar os seus sonhos sozinha.

Ele diz que te ama, mas parece não demonstrar medo de te perder. 
Ele conta sobre suas conquistas como uma forma de te diminuir, só pra que você pense que ele é realmente importante pra você, e que você sem ele, não é absolutamente nada. Ele diz que te ama, que não vive sem você, mas a verdade é que ele vive muito bem sem você, toda essa conversa é só pra te manter ali, na duvida entre ir e ficar, e te acabar te prendendo em algo que não te faz mais bem. 

Quando ele percebe que você está ausente, ele te envia uma mensagem só pra saber onde você está, só pra ter a certeza se você está parada no mesmo lugar. Quando você volta a falar com ele, ele te responde quando quer, manda mensagens quando bem entende, e quando você precisa dele, ele nunca está disponível. Já percebeu?

Você diz pra ele que quer alguém presente, alguém que escute os seus planos e caminhe ao teu lado pra realizá-los juntos, alguém que esteja presente nas suas conquistas e comemore com você quando você alcançá-las. Mas esse alguém passa longe de ser ele. Ele nunca está disponível pra ouvir sobre os seus projetos, nunca tem tempo pra ouvir suas empolgações, e tá sempre cansado pra ouvir sobre sua vida.

Vocês podem passar dias sem conversar por whats, ou semanas semanas sem se ver, mas ele parece estar sempre confortável com isso. Ele não se interessa em saber como foi o teu dia, o que aconteceu de bom ou de ruim pra você durante a semana. Você diz que sente saudades dele, ele te responde com um ''também estou com saudades'', mas nunca está disponível quando você o chama pra sair. Quando você liga pra ele, ele nunca puxa assunto, e parece ficar sempre apressado pra desligar a ligação.

Ele diz que te ama hoje, mas no dia seguinte ele age como se o amor que ele disse sentir por você, tivesse acabado em menos de 24 horas. Ele diz que te ama hoje, mas poucos dias, ele está sempre aberto pra conversar com outras meninas e quando você questionar, ele se explica dizendo que só quis ser gentil. Ele diz que te ama muito, mas mente constantemente pra você.

Às vezes ele só quer te mostrar que está bem sem você e que não precisa de você pra absolutamente nada, só pra que você se sinta inferior. Quando ele percebe que não funcionou, ele resolve se declarar pra você. Ele diz que te ama, mas parece não provar esse amor, parece não te tratar como alguém que realmente ama. Ele diz que te ama, pra que você acredite nele e se mantém no mesmo lugar, pra que você não se envolva com mais ninguém, pra que você não siga sua vida. Ele diz que te ama, mas será que ele ama mesmo?