Agridoce.

22:53:00 Iandê Albuquerque 17 Comments


Não me resumo em um puxão de cabelo com pedidos pra ficar. Sou bem mais que o teu cheiro me sufocando. Não me rendo nas paredes das tuas conversas que tentam me convencer de que sou algo que faltava pra decorar a sala dos teus desejos. Sou mais do que uma fotografia. Sou mais do que uma imagem fosca. Sou mais do que uma voz roca. Sou mais do que um quadro ou um retrato a viver pregado em tua vida. Sou mais que uma imagem P&B, mais que uma vida cheia de ruídos, mais que um disco arranhado ou um recado interrompido por passagem de avião.


Não me resumo nos cabelos enroscados em teus dedos, nos rastros que deixei em tua vida ou nas tantas mordidas com vontade de te devorar. Não me resumo nos arranhões das tuas costas, mesmo com um pouco de você que tenho em minhas unhas por um desvio de atenção, por mais um gole de tequila, por um tropeço na saudade ou um desequilíbrio emocional. Não me resumo em mais uma louca-rouca-e-trouxa que te envia torpedos desequilibrados e te liga toda hora que você desliga a ligação. Sou o limite do abandono e o ponto final para os teus achismos. Sou bem mais do que uma ligação rejeitada. Sou verdade crua e nua, me despeço se o meu calor te sufocar. Não me resumo nas marcas em teu pescoço nem nos dias que perdi o horário em teu quarto. Não me resumo nos momentos em que me perdi por você, nem nas manhas que acordei depois da hora e esqueci de partir. Apaguei nos ponteiros dos teus olhos e paguei caro por esse atraso. Não me resumo na brisa que entra pela brecha da porta, nem no vento que se espalha no teu espaço e te faz agonizar e reclamar da vida. Respira fundo o amor e transpira saudade de mim, porque tô nem a fim de rimar amor com dor e não quero chorar, se não por mim.



Não me resumo na sujeira que deixei a tua vida, nem no tom de pele que ficou nos teus tecidos. Não me resumo em um batom borrado ou um cílio esquecido na tua penteadeira. Tudo te manda lembranças por mim. Não quero me resumir em pensamentos de sorte. Sou o intervalo entre o teu desejo e a tua força em me esquecer. Sou o atrito das tuas lembranças. Sou a marca de calor no espelho do banheiro. O cinzeiro com restos das minhas cinzas. Sou o teu último trago e o último gole da tua bebida. Sou o baseado que acaba e você nem percebe. Sou quem queima os teus dedos e você nem nota, quem te belisca e você nem se incomoda. Sou quem grita em teus pensamentos e você sonha mesmo querendo esquecer. Sou o inevitável. Sou a casa que você tenta pular mas o dado só marca o meu número. Sou quem você peleja pra ignorar mas deseja ser eu sempre quando o celular toca. Sou sempre a ultima coisa que você vai lembrar ao dormir e a única que você não consegue tirar da cabeça ao acordar. Sou o filme que chega ao fim e você fica pra assistir os créditos. Sou a pupila de qualquer uma que você tenta me encontrar. Tentei ser tua mesmo quando você não quis. Nem doce, nem amarga. Sou agridoce com cheiro de mulher. Sou a edição ilimitada que você não deu a mínima, a única no estoque que você não deu valor. Não me culpe por sua confusão, não me culpe por lembrar de mim em qualquer perfume. Diga que não consegue me tirar dos teus pensamentos, mas não me culpe quando te digo que tirei você dos meus ontem, antes ou na semana passada. Não me culpe se alguém vingar por mim. 

Sou mais do que rotinas cansativas e travesseiro ainda amassado. Não me resumo em porta encostada, em só mais um par de sapatos esquecidos em baixo da tua cama e um adeus com pressa. Vê se empresta uma havaianas pra esse teu amor que anda descalço, que caleou o meu peito e nunca tropeçou em mim.



Sou bem mais que promessas bobas. Mais que boca com cheiro de morango. Sou bem mais do que lábios mordidos e saliva com gosto de vinho. Sou mais do que um tchau grudado na geladeira. Não me resumo nos buracos da tua vida nem nos pregos ou parafusos que roubaram de você. Sou muita pintura pra tua parede. Sou muito caos pra tua avenida. Sou muita arte pra tua janela, amor. 

Leia também:

17 Comentários:

Tudo o que eu precisava ouvir hoje... "Sou muito mais do que os seus olhos podem ver"


[...] Respira fundo o amor e transpira saudade de mim [...] Maravilhoso ameii ! Meus parabéns cada vez me encanto mais com seus textos lindos!


Rose Eliseo disse...

Não me resumo na brisa que entra pela brecha da porta, nem no vento que se espalha no teu espaço e te faz agonizar e reclamar da vida. Respira fundo o amor e transpira saudade de mim, porque tô nem a fim de rimar amor com dor e não quero chorar, se não por mim.
Lindo demais....


Naty disse...

Nossa, sem comentários, alegrou meu dia! Bjos


Edson Andrade disse...

Não sei nem o que dizer, mas como sempre te falo está perfeito.




Welyna Dias disse...

Quanta perfeição me apaixono mais a cada texto ... Parabéns texto incrível



Thiago Cesar disse...

Muito fã .,, perfeito



Ellen Camilla disse...

Botaaaaste para foder! Me perdoa o palavrão, mas é que nesse tu realmente tirasse onda.. que sensibilidade incrivel é essa Iandê ? Caramba. És de um talento unico! E eu quero, e tenho certeza, que vou ouvir falar mmmmmmt de você por ai a fora.. e vou me orgulhar em dizer que sou tua fã. Desde aqui, desde essa rede social.. que eu te admiro e quero mt ver o teu sucesso. E sim, eu e todos os teus leitores iremos prestigiar isso!! Parabéns cara, de verdade.



Nathália Leite disse...

Uma única palavra resume: Perfeito!


Tão lindo, como não amar? Não há como.


Aline Ortiz disse...

E sempre me surpreende a cada texto! Meus sinceros parabéns...


Affffffff!!!!!! "...porque tô nem a fim de rimar amor com dor e não quero chorar, se não por mim." Êta Iandê mesmo, sempre arrasandooo!!! #beautiful



Cintia Gonzaga disse...

Perfeito, tudo que eu gostaria de dizer e não tive oportunidade.



Jeane Oliveira disse...

Meu Deus quanto talento, quanta beleza em suas palavras.


Cleide Dias disse...

GEEENTEEE [..]Sou muita pintura pra tua parede. Sou muito caos pra tua avenida. Sou muita arte pra tua janela, amor.'' AAAA QUE VONTADE DE GRITAR PRO MUNDO INTEIRO OUVIR .... VC É FERA MEO vlw por m marcar sempre


Cissa Oliveira disse...

"Não me culpe por sua confusão, não me culpe por lembrar de mim em qualquer perfume. Diga que não consegue me tirar dos teus pensamentos, mas não me culpe quando te digo que tirei você dos meus ontem, antes ou na semana passada. Não me culpe se alguém vingar por mim." Perfeito.



Camilla Silva disse...

Perfeição!! Não tenho mais palavras pra elogiar tanto talento. Não consigo nem descrever o que sinto ao ler seus textos Iandê, só sei sentir!!