Relacionamentos acabam, o amor não.

21:28:00 Iandê Albuquerque 1 Comments

Relacionamentos acabam pelo egoísmo, pelo orgulho, por tudo que deixamos de fazer por pensar que seremos trouxa ao agir. Relacionamentos acabam pelo sentimento que evitamos, pelas vontades que temos mas guardamos, pela saudade que sentimos e preferimos não falar. Relacionamentos acabam quando o amor deixa de ser amor e passa a ser dor, quando insistir pra que dê certo se torna só mais uma tentativa falida, e acaba doendo ainda mais ao tentar outra vez.

Relacionamentos acabam quando deixamos de nos importar com o outro, quando se erra mais do que se acerta, quando se pede mais desculpas por machucar que evitar atitudes que machucam, quando promete mais do que se cumpre, quando se fala mais que se age. Acabam quando pensamos em fugir pra longe, quando o abraço do outro ao invés de abrigar só tortura. Quando o sentimento de amizade chega ao fim, quando a parceria simplesmente para de acontecer. Relacionamento sem afeição, termina. 

Relacionamentos acabam quando a vontade de agradar cessa, quando o desejo de ficar perto desaparece, quando a motivação pra alcançar juntos o que um dia sonharam, se dissipa. Relacionamentos acabam quando não existem mais planos, quando não existe mais confiança, quando a insegurança passa a caminhar entre os dois. Acabam quando o caminho que os dois um dia pensaram em seguir juntos se torna confuso, quando ambos perdem a direção de qual destino seguir e passam a enxergar um meio de partirem sozinhos.

Relacionamentos acabam quando o respeito desaparece e a paciência se esgota. Quando as ligações não são mais atendidas, as mensagens mal respondidas e os desejos não correspondidos. Quando a vontade de estar sempre junto se desanima, quando as mentiras acabam com a confiança.


O amor se parte em pequenos fragmentos e se espalha pelo nosso peito e mente, ela fica naquele quadro ou naqueles móveis que a gente trocou de lugar como uma maneira pra tentar esquecer, fica nos detalhes que lembramos, nas manias e gostos que aprendemos. O amor fica na maturidade que um relacionamento é capaz de deixar, por mais que tenha tido um fim amargo, por mais que tenha terminado em decepção. O amor fica em tudo que permitimos viver sem medo. Relacionamentos acabam, mas no final das contas, o amor permanece, ele reside dentro da gente como uma lembrança bonita. Embora juremos eternidade, sabemos que o fim sempre acontece, que aquele ''pra sempre'' sempre acaba, e no final, o que se eterniza mesmo é o amor. Ele não passa, ele fica na pele, no corpo, no peito, na alma.

Relacionamentos acabam, mas o amor não. O amor é capaz de sobreviver a qualquer coisa mesmo depois de uma relação chegar ao fim. No final das contas quando a gente amadurece, qualquer ódio e rancor passa e  só o amor fica. Se tem uma coisa que precisamos pra tirar a poeira do joelho e seguir em frente, essa coisa é o amor. O amor por ter amado, por ter se entregado sem medo, por ter esquecido de si por instantes e ter pago o preço por esse erro e no final, amor por ter aprendido. Amor por ter amado inteiramente, e mesmo que alguém não tenha valido a pena, mesmo que alguém não tenha merecido o amor que recebeu, no fim, sobra amor pra se amar. 

Leia também:

1 Comentários:

Amandinha disse...

No fim, sobra amor pra se amar. <3