Foi melhor desistir de nós.

21:22:00 Iandê Albuquerque 1 Comments


Eu queria que você soubesse que quando eu te disse que não me importava mais, na verdade, eu ainda estava me importando. Eu ainda estava ali, perdendo o meu tempo com você, entrando em mais uma discussão que não levava a gente a lugar algum. Eu só queria que tudo ficasse bem entre a gente, que ainda tivéssemos aquela empolgação de passar por cima dos erros e continuar. Eu só queria que ainda existisse interesse, intenção e vontade de fazer valer a pena. Mas chegamos num ponto que não conseguíamos mais acontecer. No mesmo momento que queríamos que as coisas dessem certo, a gente fazia tudo pra que desse errado.

Aos poucos, as coisas boas foram ficando pra trás e  a gente nem percebeu. Aos poucos a gente foi se desfazendo. Aos poucos aquele amor que fazia a gente sorrir ao acordar e dormir num mundo mais leve, foi tirando o nosso sorriso, nosso sono e nosso mundo. Sabe, depois que terminamos, por várias vezes eu ainda quis estar com você. Eu senti falta da nossa rotina, dos nossos planos, senti sua falta, senti saudade.

Mesmo sabendo que não existiam mais razões pra continuar nisso, eu não queria abrir mão. Eu sabia que o melhor a ser feito era por um fim, sabe? Mas eu preferia acreditar que continuar valeria a pena, eu preferia apostar todas as minhas reticências em nós. No fundo eu sabia que, às vezes desistir é a coisa certa a se fazer. Precisei me machucar muito pra aprender que desistir, às vezes, é o melhor caminho.



Nossa última conversa foi um pouco áspera, talvez falamos bem mais do que deveríamos da forma que não gostaríamos de ter dito. Eu te mandei um ''vai se foder'', quando deveria ter te agradecido por tudo que você foi pra mim, e principalmente, por tudo que me fez desistir de você, por ter saído da minha vida.

Você disse que acabou, e foi difícil pra mim acreditar que, de fato, tinha acabado. Até a ficha cair, eu passei dias te observando de longe, vendo você online e recusando a minha vontade de falar com você. Dizer um ''oi'', ou mandar alguma mensagem, depois falar que te enviei sem querer, errei de janela, só pra você responder algo, dar um sinal de vida, sabe? Fiquei mal, mas ficar mal e sem você foi bem melhor que permanecer mal e continuar ao teu lado. Eu via que você estava seguindo a vida, enquanto eu só conseguia complicar ainda mais a minha, porque me prendia em tudo que lembrava você. 

Eu tinha muito medo, sabe? E o meu medo era de te perder. Eu tinha medo de não poder te ver nunca mais, medo por não saber como ficariam as coisas sem você e como eu seguiria sem a tua companhia. Não vou mentir, senti a sua falta sim. Mas essa falta sempre passa, esse sentimento de que a gente falhou em algum momento passa e você também passou. 

Leia também:

1 Comentários:

Anônimo disse...

Nossa, esse texto é a minha estória! Parece que você me visualizou em uma bola de cristal, rsrsrsrsrs eu só tenho a te elogiar, tudo que o que você escreve é marcante e forte porque é a estória de cada um nós aqui, parabéns moco bonito!