Deus me livre de um amor egoísta.

21:26:00 Ju Umbelino 1 Comments


Que Deus me livre, guarde e proteja de um relacionamento egoísta. Só vou dizer amém quando encontrar alguém que não seja como as pessoas com as quais tenho me relacionado, porque olha: tá difícil.


Um amor egoísta é muito fácil de se achar em qualquer esquina, em qualquer balada, em qualquer aplicativo e em qualquer rede social. O amor egoísta tem muito mais de "eu gostaria que você fosse assim" do que "podemos crescer juntos, o que acha?". Todo mundo já amou no egoísmo, não é verdade? Aquele amor meio pombo em que nos perguntamos dia após dias os motivos da pessoa em questão não nos agradar em nada e vice versa. O amor egoísta é assim: mesmo sabendo que não é tão amor assim, insiste. Insiste que o outro precisa mudar, precisa agir diferente, precisa sempre fazer algo (que muitas vezes nem se quer).


O amor egoísta não conhece a magia de um abraço apertado, a delícia de um sexo selvagem e amorzinho, não faz ideia de que o companheirismo é a base de tudo e ele ainda venda os olhos do casal em questão. 
E é foda descobrir que amamos de um jeito egoísta e que somos amadas dessa forma. Passamos a negar, tentamos nos justificar, contamos pra todo mundo a mesma história mil vezes e continuamos sem entender porque as coisas não acontecem da maneira que queremos. Preferimos acreditar que é só uma fase ao invés de procurar águas em que seja possível remar com tranquilidade.

Deus me livre de um amor que faça questão de mostrar que não me ama, que me deixa de lado e ainda faz o mundo inteiro acreditar que sou uma pessoa difícil de amar, porque não sou. Que Deus me livre e guarde dessa gente que alimenta o amor egoísta e acha que o tempo e o amor do outro valem tão pouco a ponto de se fazer hora com a urgência de amar.


O amor egoísta se apega ao tamanho da saia, ao cabelo despenteado, ao "oi" para um amigo e ao jeito que o outro fala. O amor egoísta se apega aos pontos errados, deixando as coisas mais belas da vida passarem batidas. O amor egoísta acha normal querer moldar o outro para o que idealizamos. Deus me livre de ser alguém assim. Deus me livre de um amor que economiza sorrisos, que escapa dos melhores abraços, que amarra beijos e que nunca demonstra amor.


Que o amor que eu encontre seja bem resolvido consigo mesmo e me mostre que eu posso ficar confortável comigo mesma. Que eu consiga ser serena e entender que mesmo querendo muito algo, a outra pessoa pode não me dar e não querer - e que isso não é o fim do mundo. Um amor bom arruma a casa antes da gente acordar ou deixa um bombom ao lado da nossa xícara de café. Um bom amor não precisa dar presentes todo dia, não precisa abrir a porta do carro pra mim o tempo todo nem é necessário ser uma máquina sexual (por mais que isso me agrade). Um bom amor nos dá serenidade para viver nossa vida individual e em casal. E é bom.


Que o amor que chegue saiba apreciar o que tenho de bom e me ajude a trabalhar meus defeitos sem querer me enfiar goela abaixo as suas vontades. Que o próximo amor chegue com tudo e me mostre que amar é bom e eu só estive andando com as pessoas erradas por muito tempo.


Que o amor egoísta seja cada vez menos difundido e que amar não venha com um manual de instruções. Que seja bom amar, que seja leve, que seja divertido. Quando não é assim, é difícil ser apenas amor.

Leia também:

1 Comentários:

Sidnei Santos disse...

Perfeito! Ju como sempre arrasando.