Depois da decepção, como fica o coração?

21:03:00 Iandê Albuquerque 1 Comments


Depois que você sofre uma decepção, a sensação que fica é de tempo perdido. Aquela sensação de ter se doado por inteiro, se esforçado ao máximo para construir algo que, de uma hora pra outra, desabou sobre você. Fica aquela impressão de que tudo foi em vão, como se o maior erro fosse ter acreditado demais em algo que simplesmente, acabou da pior forma.

A gente nunca sabe quando a dor de uma decepção vai passar, às vezes passa hoje, às vezes parece nunca ter fim. A gente prefere se fechar do que correr o mesmo risco mais uma vez. E então, a gente recusa as possibilidade de se envolver com o que a vida nos dá, e qualquer resquício de amor que a gente possa provar. A gente se fecha sem nem perceber que se trancar não vai levar a gente a lugar algum.

Depois de tantas decepções você começa a se questionar se tudo que viveu com aquela pessoa foi uma mentira e que só agora você percebeu a realidade. Você se pergunta constantemente o que fez alguém que te prometeu amor, no final, desonrar esse sentimento. Você respira fundo e começa a pesar todas as situações e tudo que passou volta como uma bola de neve, enquanto você assiste toda a confiança que você demorou tanto pra construir com aquela pessoa, se desfazendo. Você tenta buscar explicações pro que aconteceu e se culpa pelo erro do outro. 

Depois de tantas decepções você aprende que é tão difícil errar sem querer quanto encontrar alguém que esteja disposto a não te machucar, a viver algo intensamente e fazer o amor ter sentido, alguém que esteja disposto a fazer valer, sem omissões, mentiras ou traições. A gente não deve permitir que a decepção nos leve pra longe de nós mesmos. É com a decepção que a gente deve erguer a cabeça e encontrar razões pra continuar. É com a decepção que a gente deve aprender a ser mais forte, e entender que por mais que o mar pareça tranquilo, a gente não está livre das tempestades. 

Acho que depois de uma decepção o coração da gente se molda como as estações do ano, uma hora frio, congela, vira pedra de gelo, ninguém entra, ninguém sai. Outro dia, ele resolve esquentar um pouco e aos poucos descongelar. Depois ele recomeça, se desfaz daquilo que não mais interessa e começa a dar lugar as novas possibilidades. Então ele floresce, renasce, e se renova. Essa é a melhor parte, finalmente o amadurecimento.


Depois da decepção o coração deve aprender a sorrir o mais rápido possível, e por pior que seja a situação, é preciso se reerguer e seguir decepcionado mesmo, porque
 seguir em frente é sempre o melhor caminho. Ter maturidade pra entender que nenhuma dor vem em vão, e que toda decepção por mais dolorida que seja, te torna mais forte. 

Leia também:

1 Comentários: