Feliz um ano que te desconheci

21:08:00 Iandê Albuquerque 0 Comments

Há um ano atrás eu pensei que não conseguiria seguir a minha vida sem você, mas consegui. Há um ano atrás eu pensei que nunca mais iria encontrar sentido para o amor, mas encontrei. Há um ano atrás eu pensei em desistir do amor e de qualquer sentimento que me fizesse envolver com alguém, mas não devemos desistir de algo que nos faz bem só porque um dia alguém nos fez mal. Lembro que acabamos porque eu já não suportava mais ter que suportar todas as suas mentiras em nome do nosso amor. Eu já não suportava mais me machucar, já não te suportava mais. Doeu ver que duas pessoas que um dia se amaram inteiramente, acabaram chegando num ponto de desistir de continuar juntos. Sufocaram e mataram o amor de tanta insistência. Há um ano trás, eu decidi descarrilhar o meu peito do teu trilho, tirar o meu amor do teu campo e de uma vez por todas, voar para algum lugar distante de você. Tomar essa decisão de ir embora talvez doesse tanto quanto ficar ao teu lado, e foi exatamente por isso que decidi ir. Eu sabia que uma hora iria me acostumar com tudo isso. Em algum momento tudo iria passar. Às vezes demora, dói e machuca. Às vezes parece que nunca vai passar, mas passa. Sempre passa. Lembro que eu chorei, chorei feito criança, mas segui. Há um ano atrás, exatamente um ano atrás, eu pensei que meu coração viraria pedra e ninguém mais conseguiria entrar, nem mesmo eu. Eu pensei em costurar o meu coração e não deixar mais ninguém entrar, em reagir a qualquer tipo de amor, inclusive ao meu próprio. Há um ano atrás eu pensei que o amor nunca mais fosse me carregar no colo, me estender as mãos e me mostrar que não era o fim. Pensei que o amor havia desistido de mim naquele momento, que não existiria ninguém capaz de me fazer acreditar novamente no amor, até que descobri o melhor caminho. Naquele momento era o amor me dizendo que às vezes a gente precisa abrir mão do que nos consome e nos machuca, para daí, perceber a existência dele.
Descobri, pouco depois de me permitir ir embora de você, que o primeiro passo para o nosso amor florescer dentro da gente é perceber que às vezes o jardim que queremos plantar o nosso amor não o merece. Foram dias cansativos, confesso. Medo da solidão, do tempo, da demora. Mas aí veio a resiliência e me trouxe de volta, me levou para a parte mais interna de mim e me mostrou que existia amor além de você. E então eu entendi que quando te deixei ir, eu estava na verdade, trazendo a minha paz e a minha liberdade de volta pra mim. Terminar com você foi o começo de um novo caminho que eu precisava encarar sozinho para perceber o que de fato é o amor. Fechar a porta para nós e jogar a chave por baixo foi fundamental para que eu abrisse uma nova porta para mim e enxergasse que o amor é, para além de todas as coisas, bom e curador. Eu tenho sido para mim, inteiro. Passo por esse aniversário são e salvo. Espero que você possa dizer o mesmo. Feliz 1 ano que te desconheci.

Leia também:

0 Comentários: