A melhor coisa que eu encontrei quando você foi embora, foi os meus próprios braços.

21:07:00 Iandê Albuquerque 0 Comments


Quando nos apaixonamos cegamente por alguém, não percebemos o quanto a nossa vida muda ao lado daquela pessoa. A gente vai deixando de ser quem se é, a gente vai perdendo um pouquinho da nossa essência, e muitas vezes, a gente acaba mudando a nossa rota, mudam-se os planos, os sonhos, as nossas prioridades. Depois que a gente sai do escuro e encontra a luz lá no fim do túnel, a gente começa a enxergar tudo isso. 



Eu fazia um esforço enorme pra me sentir bem ao teu lado, e tudo o que você me dava, mesmo o pouco que hoje eu não aceitaria de ninguém, se tornava o melhor que eu poderia receber. Mas eu me enganei. Hoje percebo o quanto a minha vida caminha melhor sem você.

Às vezes eu ainda me pego pensando em você, pensando em como as coisas estariam hoje se ainda estivéssemos juntos. Me pego pensando se a gente tivesse tentado de novo, pela última vez, só que dessa vez a gente desse tudo de nós, onde estaríamos agora? Talvez exaustos e vencidos pelo cansaço, não sei. Se nós tivéssemos acertado nos pontos que erramos, será que alguma coisa mudaria? Mas então eu paro pra analisar tudo o que passamos e tudo me dei naquela época, penso nas coisas que você me fez passar e em tudo que deixei de fazer por você, nos momentos de silêncio pra tentar esconder um machucado que você me fez, nos instantes que eu me ausentei e chorando falei pra mim mesmo: dessa vez não vai ter volta. E sempre tinha volta, não era?

Daí eu penso no quanto eu só pensava em você e o quanto tudo isso me doía ao ver que você e até mesmo eu, não pensava tanto assim em mim. Vendo tudo isso hoje, só consigo enxergar o quanto amor próprio me faltou. Mas tá tudo bem, talvez sem você eu não saberia que a coisa mais importante nisso tudo foi mesmo o nosso fim, e a melhor coisa que eu encontrei depois de você, foi os meus próprios braços. 

Hoje eu só consigo pensar em mim, em meus sonhos, no curso de língua que eu pretendo terminar e na viagem dos sonhos que eu ainda quero fazer. Penso na minha felicidade, na minha alma e na leveza que a minha vida precisa ter, e por esse motivo eu penso nos lugares que eu frequento, nos amigos que me fazem bem. Tudo o que penso está de alguma forma ligado a mim, ao meu bem-estar. Não existe você, seus problemas, suas festas, seus planos, seus amigos. Antes eu queria ser a pessoa mais feliz ao teu lado, hoje eu sou a pessoa mais feliz ao meu lado. E meu bem, isso é o suficiente pra mim. 

Leia também:

0 Comentários: