Pensei que você faria diferente.

20:05:00 Iandê Albuquerque 1 Comments



Pensei que você faria diferente de todos os outros que passaram por aqui, que ao menos teria coragem de me dizer o motivo de estar desistindo de tudo. Pensei que você não seria capaz de sumir gradativamente, que não se afastaria de mim assim e que não seria tão egoísta a ponto de não pensar em como eu ficaria. Pensei que você jamais teria coragem de fugir de mim sem sequer me enviar um ''obrigado por tudo'' e que não me deixaria sozinha tentando entender o motivo pelo qual você resolveu ir embora.

Por mais que a minha intuição alertasse que tudo isso poderia acabar, eu tentei continuar. Tentei acreditar que dessa vez seria diferente, que você não seria só mais um e que eu conheceria novamente o amor, porque sim, eu achei que não houvesse mais amor em mim, pensei que ninguém seria capaz de me tirar do meu canto. E por um instante, pensei que você fosse esse alguém que me reapresentaria ao amor, e talvez até tenha sido.

Sem essa de me dizer que você não tem culpa das minhas expectativas, dos meus exageros e saudade absurda, não precisa me falar que você não tem obrigação alguma com os meus sentimentos, que se você não está a fim de ficar, o melhor que deve fazer é ir embora. Eu concordo com tudo isso, cara. Ninguém é obrigado a ficar se não tiver vontade, ninguém é obrigado a permanecer se não tiver a fim. Mas eu preciso te dizer que sou assim, quando percebo em alguém a possibilidade de ficar, eu fico, mesmo que com tantos machucados e cicatrizes. Eu fico por achar que viver é melhor que fugir. Eu fico por acreditar que amar, ainda assim, é maior do que o medo de se envolver. 



E eu me envolvi. Eu me vi acordando todos os dias desejando que você estivesse bem. Eu me vi querendo ouvir a tua voz, conversar contigo sobre tantos assuntos até perder a voz e te pedir um beijo pra molhar a boca e continuar a conversa. Eu me vi livre, podendo seguir os meus caminhos e continuar acreditando nos meus planos pessoais, enquanto você seguia os seus, porque essa tua liberdade me fazia ficar. Era bonito rir ao teu lado sobre todos os embustes que cruzaram o nosso caminho, sobre as atitudes infantis que tivemos no passado e que jamais repetiríamos. Era leve, como o vento que bate em teu cabelo e o embaraça todo, me obrigando a tirar do teu rosto enquanto me perco no brilho do teu olhar. E ali me vejo, mais uma vez. 

Mas aí, você decide partir e todos os detalhes insistem em permanecer, porque além de ser intensa pra caralho eu tenho uma mania de mergulhar nos mínimos detalhes. E tudo bem, você não tem culpa alguma pelas minhas expectativas, eu só esperava que você, ao menos fosse capaz de dizer um adeus, de escrever uma droga de um ''acho melhor pararmos por aqui'' e me enviar, mas você preferiu fazer como todos os outros que passaram por mim. Saiu da minha vida como se nunca tivesse entrado. Foi escolha sua.

Leia também:

1 Comentários:

Nossa! Você realmente me entende
Cada verso que você escreveu fala de mim
Estou me apaixonando por tudo que vc escrevi.
Você é demais!