Desabafos e conselhos: Ele me decepciona, depois diz coisas bonitas e eu cedo novamente.

18:52:00 Iandê Albuquerque 3 Comments


O DESABAFO:

Estou em um relacionamento há 4 meses, e tenho tido certos receios de um tempo pra cá. Acho que tudo começou quando eu e meu namorado completamos 3 meses; eu fiz um poema para ele e entreguei em suas mãos, lembro de ter ficado tão empolgado e feliz por termos chegado a 3 meses, pra mim era um dia especial e eu tava feliz em comemorar mesmo que só dando um poema pra ele. Mas ele disse "eu gostei", não disse "você é incrível, eu te amo" e isso meio que me deixou tão desanimado em fazer essa relação dar certo que fiquei muito chateado. Então nós fizemos 4 meses e eu me arrumei todo pra ele, estava me sentindo perfeito, cheiroso e empolgado novamente, mas ele nem lembrou da data, parecia um dia normal pra ele, ele não disse nada e eu disse te amo 2 vezes. Me senti tão insuficiente, como se toda aquela perfeição tivesse se tornado pó. Mas então eu o chamo pra conversar, dizer como aquilo me decepciona e como aquilo me machuca e então ele diz coisas bonitas, ele transforma todos os meus artefatos contra ele em apenas idiotices e eu cedo novamente, e esqueço sobre os verdadeiros problemas, porque afinal, ele disse que me ama, que eu sou tudo pra ele, que ele não se vê sem mim, e não é isso que importa? 
Quando esses momentos doces acabam, então é aí que eu me afogo, porque tudo volta e minha mente gira, e eu me sinto tão idiota, um romântico incompreendido, não me sinto como um namorado dele. Mas não sei o que pesa mais, as minhas "paranoias" ou o meu amor por ele, e quando ele diz que também me ama. Não quero ser insistente, não quero irritá-lo, mas também não quero sofrer sozinho. Só queria que ele se expressasse mais. - L.


A RESPOSTA:

O  maior problema é quando a gente deposita grandes expectativas em relações pequenas demais, ou quando a gente se culpa por esperar que o outro sinta, demonstre, ou aja da mesma maneira que a gente, mas as coisas não funcionam assim. E a gente precisa aceitar, por mais difícil que possa parecer. As pessoas não vão agir, não vão demonstrar muito menos sentir na mesma proporção, intensidade e transparência que nós. Às vezes isso não significa que elas não queiram. A gente não precisa se culpar pelo que o outro não tem capacidade de ser pra gente, sabe? E também, a gente não deve culpar o outro pelas expectativas que depositamos. O mais maduro a se fazer, é compreender que o outro é o outro, e não se desgastar pedindo, implorando ou esperando que o outro tenha as mesmas atitudes que as nossas. Porque na maioria das vezes, o outro não vai ter. É se perguntar se essa relação está te fazendo feliz, ou se está tomando um caminho que não mais te conforta, e o mais importante, é aceitar mesmo quando a resposta for aquela que você não espera,. Por mais que você queira fazer dar certo, por mais que você queira ficar, você precisa olhar pra si e responder se isso é realmente o que você quer. 

Deixe a sua força, sugestão ou o seu conselho sobre esse desabafo nos comentários abaixo!

Leia também:

3 Comentários:

Anônimo disse...

Boa noite, quero te contar um pouco a minha história estou desanimada um pouco com certas atitudes que meu namorado anda tendo...Na verdade não são atitudes são coisas que fazem parte da personalidade dele,eu namoro a 5 anos e conheço bastante meu amor,mas ultimamente eu ando triste porque ele é o oposto de mim,eu sou intensa e ele é frio,eu sou transparente com o que sinto e ele tem dificuldade de mostrar o que sente,eu sou romântica e ele raramente,ele é bem humorado e me faz rir e na maioria das vezes me faz muito bem,mas ultimamente sinto a falta dos beijos,das carícias,do abraço verdadeiro,do eu te amo, o que anda me machucando é ausência disso entende? Eu me esforço muito pra manter o que temos juntos,mas anda meio difícil porque ele anda com muito problemas e não tá fazendo a parte dele é tá pesando pra mim,ele não fala em casar comigo acho que não é o sonho dele fala que a vida é difícil é que tem que ter as coisas primeiro pra depois pensar em casa...Mas pelo o menos queria ouvir que ele me quer do lado dele o resto da vida...mas é como o seu post o outro é apenas o outro,nunca vão agir da forma que queremos é precisamos...Tive câncer e ele me apoiou no momento que mais precisei, agradeço muito a Deus por ter botado uma pessoa tão especial na minha vida...
Só ando confusa e tentando lidar com seu jeito durão de ser, pq é inútil esperar ouvir palavras que nunca serão ditas,e quando brigamos ele nunca pedi desculpas é muito orgulhoso e até hj pediu desculpas poucas vezes enquanto eu pedia desculpa sem ao menos tá errada só pra ficar bem...
Eu o amo de verdade,da mesma forma de 5 anos atrás na verdade só aumenta...
Converso sempre com ele e até cobro as vezes e ele me diz que falo muito sobre o amor é sou exagerada e dramática aí decidi ficar em outras coisas como meu futuro e deixa ele pra lá pra ver se cai na real que pode me perder pq paciência tem limite é um namoro sem reciprocidade só machuca...
Queria ele pro resto da vida,e tenho orgulho de ser namorada dele ele é supreendente brilhante e inteligente e lindo,carinhoso as vezes e tem o sorriso mais lindo do mundo,não sei pq o amo é algo que toma conta de mim e me faz querer permanecer..mas nem tudo é pra sempre..
Queria que tudo melhorasse o que eu devo fazer ? Me dá uma dica muito Obrigado! Deus te abençoe

Anônimo disse...

Nossa lendo isso parece que foi até eu que escrevi, passo exatamente a mesma situação meu namorado tem exatamente as mesmas características que o seu e estou nesse dilema pois eu gostaria de receber mais dele mas ele ñ faz. Isso me deixa péssima. São 4 anos de namoro e nenhuma certeza do futuro.

Unknown disse...

Li e percebi como as histórias se repetem... Passei por isso por oito anos!! Perdi a melhor parte de minha vida com uma pessoa com características semelhantes.... Sabe, eu Nunca ouvi um Eu te amo...nunca tive apoio quando adoeci....nunca ouvi a frase: quero ficar pra sempre do teu lado...e o Amor, ( acho que era amor) sobreviveu tantos anos, sendo torturado, infeliz, mas sem coragem de dizer adeus.... Eu tinha muito medo de ficar só, mas a solidão a dois é pior, é devastadora....quando cheguei no limite de minha dor, disse pra mim mesma que eu ia desistir de tudo àquilo que não me fazia bem....sofri....demais!! Mas depois de doze anos consigo olhar para trás e dizer: Graças a Deus me livrei a tempo...nossa vida passa muito rápido e não podemos desperdiçar o pouco que nos resta com coisas ou pessoas que não nos valorizam....grande abraço