Um texto para te dizer: não desista de você.

20:00:00 Iandê Albuquerque 0 Comments

Você precisa parar um pouco de se culpar o tempo todo. Compreenda que nem sempre você vai conseguir aquilo que quer no tempo que precisa, e por favor, não se culpe.
Não pese o teu peito carregando frustrações e tropeços que você levou no meio do caminho, compreenda que tudo serviu pra que você se tornasse quem você é hoje, e jamais carregue o peso das coisas das relações, das pessoas, dos lugares, dos momentos que não foram como você esperava que fosse.

A gente não tem tudo o que quer, a gente não acerta o tempo todo. Às vezes a gente faz escolhas erradas, às vezes a gente doa todo o nosso amor pra quem nunca enxergou de verdade. Às vezes a gente passa tanto tempo da vida da gente tentando vencer, mas você precisa aprender também que nem sempre a gente ganha. Nem sempre a gente escolhe o melhor caminho. Nem sempre a gente acerta os passos, e às vezes a gente tropeça também. O importante é não desistir da gente.

Não sei exatamente o que se passa dentro de você, mas se preocupar com o que não aconteceu, ou com o que deixou de acontecer é como plantar uma árvore hoje esperando que amanhã ela já te dê frutos. entenda que, as coisas não acontecem quando você acha que deveriam acontecer, elas acontecem no tempo que precisam. 

E cada pessoa tem o seu tempo, sabe? Cada vida é um cronometro diferente, cada gente tem um ponteiro irregular, cada pessoa carrega o seu próprio peso. 


Talvez você não entenda, mas eu só quero te dizer: respeite o seu tempo! Não se culpe se por acaso, você ainda não fez aquela viagem que pensa em fazer, ou se ainda não conseguiu começar o curso que sonha no tempo que você queria, ou se ainda não realizou alguns sonhos que pensou que realizaria antes da idade que você tem hoje. 

Se culpar pelo que não aconteceu ainda, não vai te causar conforto algum. Então, em vez de carregar o teu peito de culpa, continua seguindo a sua vida com fé de alcançar, tudo o que deseja, só não desiste de você, tá?

Leia também:

0 Comentários: