ei, vamos falar sobre você?

20:35:00 Iandê Albuquerque 3 Comments

você que anda se culpando mais do que se perdoando.

que sempre que erra, carrega consigo os erros como se fossem fardos, quando na verdade, eles fazem parte de você, e são com os seus erros que você precisa aprender.

você que se maltrata sempre que alguém não fica o tempo que você esperava. que se questiona e duvida da sua capacidade, do seu corpo, da sua essência.

você que se pergunta, a cada pessoa que parte: o que foi que eu fiz dessa vez?

eu quero te falar umas coisas.

primeiro, compreenda que o seu amor, por mais intenso e sincero que possa ser, às vezes será recusado. e eu sei que isso dói, e que você não consegue entender porque o outro não aceitou.

já parou pra pensar que se o outro não sente o mesmo por você, as coisas não acontecem? e é melhor mesmo que não aconteçam. que se encerrem. vai por mim.

depois comece aceitando também que algumas vezes não vai ser no tempo que você quer. e você não precisa se martirizar por isso. as coisas acontecem quando precisam acontecer. no tempo certo, porque assim é melhor. é mais leve.

para de pensar que o teu corpo fez alguém partir. que o teu jeito fez alguém perder o interesse. que a tua intensidade assustou. você não precisa se culpar todas as vezes que os outros escolhem ir embora. as pessoas vão partir, se assim quiserem. e é melhor que você entenda isso.

o que fazer? viva o que tiver pra viver. da forma mais profunda e intensa que você sabe muito bem. se não for pra ser, abra passagem pro outro ir. tá tudo bem chorar no outro dia, sentir falta durante um tempo, mas você não precisa implorar pra que fiquem ou segurar as pessoas por medo de perdê-las.

a prioridade sempre foi não se perder, lembra?

tá tudo bem errar. tudo bem ser trouxa mais uma vez. tudo bem ter se entregado pra alguém que não te levou a sério. tudo bem ter deixado algumas séries de lado só pra ver alguém que só te queria, pra passar o tempo.

o que importa é que você não perca a sua essência mesmo com tanta gente rasa que passou por você.

eu não te conheço, mas eu sei que se você leu até aqui, é porque você é afeto. e ser afeto nos dias de hoje, é foda pra caralho.

Leia também:

3 Comentários:

Arrasou como sempre sabias palavras.Texto perfect

Anônimo disse...

Arrasou

Irís disse...

Você é um mar de afeto, e é lindo poder ver isso em cada palavra que tu escreve, falando aquilo que está aqui dentro e que só quem tem sensibilidade consegue entender e ver. Obrigada por isso Iandê! 💕
Deus abençoe você ainda mais!!!