Disfunção erétil – causas e tratamento

disfunção erétil, também conhecida como impotência, é a incapacidade de obter e manter uma ereção do pênis firme o suficiente para o sexo.

Podemos afirmar que um homem sofre com disfunção erétil se tiver dificuldade em obter ou manter uma ereção firme o suficiente para poder ter relações sexuais, ou se interferir em outras atividades sexuais.

A disfunção erétil é um problema constante ela pode causar estresse, afetar a autoconfiança e contribuir para problemas de relacionamento.

Problemas para obter ou manter uma ereção também podem ser um sinal de uma condição de saúde subjacente que precisa de tratamento. Em outros casos, tratamentos psicológicos, medicamentos ou outros tratamentos diretos podem ser necessários.

disfunção erétil pode ocorrer por causa de problemas em qualquer fase do processo de ereção. Por exemplo, as artérias penianas podem estar muito danificadas para abrir adequadamente e permitir a entrada de sangue.

Causas da disfunção erétil

A excitação sexual masculina é um processo complexo que envolve o cérebro, hormônios, emoções, nervos, músculos e vasos sanguíneos.

A disfunção erétil pode resultar de um problema com qualquer um deles. Da mesma forma, preocupações com estresse e saúde mental podem causar ou piorar a disfunção erétil.

Às vezes, uma combinação de problemas físicos e psicológicos causa disfunção erétil. Por exemplo, uma condição física menor que retarda sua resposta sexual pode causar ansiedade sobre a manutenção de uma ereção. Causas comuns incluem:

  • Doença cardíaca
  • Vasos sanguíneos entupidos (aterosclerose)
  • Colesterol alto
  • Pressão alta
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Síndrome metabólica: uma condição que envolve o aumento da pressão arterial, altos níveis de insulina, gordura corporal ao redor da cintura e colesterol alto
  • Mal de Parkinson
  • Esclerose múltipla
  • Certos medicamentos de prescrição
  • Uso do tabaco: restringe o fluxo sanguíneo para veias e artérias e pode, ao longo do tempo, causar condições crônicas de saúde que levam à disfunção erétil
  • Doença de Peyronie: desenvolvimento de tecido cicatricial no interior do pênis
  • Alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias
  • Distúrbios do sono
  • Tratamentos para câncer de próstata ou próstata aumentada
  • Lesões, particularmente se danificarem os nervos ou artérias que controlam as ereções
  • Medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-histamínicos e medicamentos para tratar a pressão alta, dor ou condições da próstata
  • Cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou medula espinhal.

Causas psicológicas 

Várias coisas podem interferir nos sentimentos sexuais e causar ou piorar a disfunção erétil. Esses incluem: depressão, ansiedade ou outras condições de saúde mental, estresse, problemas de relacionamento, falta de comunicação ou outras preocupações.

Sintomas da disfunção erétil

Os sintomas de disfunção erétil podem incluir:

  • Problemas para obter uma ereção
  • Dificuldade para manter uma ereção
  • Desejo sexual reduzido
  • Vida sexual insatisfatória
  • Estresse ou ansiedade
  • Embaraço ou baixa auto-estima
  • Problemas de relacionamento
  • Incapacidade de engravidar sua parceira

Outros distúrbios sexuais relacionados à disfunção incluem:

  • Ejaculação prematura
  • Ejaculação retardada
  • Anorgasmia, que é a incapacidade de atingir o orgasmo após ampla estimulação

Como é feito o diagnóstico?

Seu médico fará perguntas sobre seus sintomas e histórico de saúde. Além disso, pode fazer testes para determinar se seus sintomas são causados por uma condição subjacente.

Será realizado um exame físico em que seu médico irá ouvir seu coração e pulmões, verificar sua pressão arterial e examinar seus testículos e pênis.

Impotência tem cura?

Para algumas pessoas, é possível que seus sintomas de disfunção erétil terminem permanentemente, mas isso depende de quais são as causas.

Mesmo que a pessoa não consiga resolver os problemas de ereção permanentemente, ainda é possível encontrar uma solução que possa ser usada regularmente.

Soluções de longo prazo para disfunção erétil incluem:

  • Exercício ou mudanças no estilo de vida se você mantiver exercícios regulares para a disfunção erétil, ou seguir escolhas mais saudáveis, poderá descobrir que seus problemas de ereção tem solução.
  • Comer uma dieta saudável e balanceada: é improvável que você tenha disfunção erétil por estar desnutrido (não ingerir vitaminas e minerais suficientes), mas se você não comer de forma saudável, pode acabar com colesterol alto, pressão alta ou diabetes, e então é mais provável que você tenha problemas de ereção.
  • Aconselhamento ou terapia sexual (58% das pessoas consideram que isso funciona para elas): causas da disfunção erétil relacionadas à mente podem afetar qualquer pessoa.
  • Verificando sua medicação atual: se você estiver tomando medicação para outras doenças, pode ser que seus problemas de ereção sejam um efeito colateral.

Lembre-se de que, mesmo que você opte por outra opção, como medicamentos para disfunção erétil ou dispositivos como implantes, bombas para pênis ou anéis penianos, eles também podem ser usados ​​em longo prazo. Embora seja possível tomar medicamentos a longo prazo, o médico precisará verificar se eles ainda são adequados para você sempre que precisar de mais.

Suplementos de ervas

Para pessoas que têm preocupações com os efeitos dos medicamentos prescritos, existem alternativas naturais para o tratamento da disfunção. Abaixo estão alguns suplementos que auxiliam no tratamento.

  • Arginina
  • Citrulina
  • Ginseng
  • Yohimbina
  • Maca
  • Zinco
  • Vitamina E
  • Alimentos ricos em flavonóides
  • Melancia

A terapia pode ajudar você a gerenciar sua saúde mental. Você provavelmente trabalhará com seu terapeuta durante várias sessões, e seu terapeuta abordará coisas como grandes fatores de estresse ou ansiedade, sentimentos relacionados ao sexo ou conflitos subconscientes que podem estar afetando seu bem-estar sexual.

Leia: Macho man